21 de maio de 2011 - por:

A tal Piada de Danilo Gentili sobre os judeus

Reportagens sobre a twittada do Gentili que revoltou os judeus.

Fonte: FOLHA.COM

O humorista Danilo Gentili, do programa “CQC” da TV Band, provocou polêmica nesta quinta-feira (12) após publicar um comentário em seu Twitter.

Ao comentar a desistência do governo de São Paulo de fazer uma estação de metrô na avenida Angélica, na região de Higienópolis, bairro nobre do centro de São Paulo, ele fez piada com o fato da região concentrar grande número de judeus.

“Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que eles chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz”, escreveu Gentili na rede social. Imediatamente, a frase foi replicada por centenas de usuários e provocou críticas. Logo depois, ele retirou a frase e se desculpou.

Reportagem da Folha de quarta-feira (11) mostrou que a mudança do metrô ocorreu após pressão de moradores, empresários e comerciantes da região.

O governo chegou a sinalizar que a estação da linha 6-Laranja deveria ser construída na praça Charles Miller, no estádio do Pacaembu, mas recuou e informou que o novo local ainda não foi definido.
______________________________

REPERCUSSÃO

A Federação Israelita do Estado de São Paulo divulgou nota sobre a polêmica. “Pedimos que não repliquem, nem respondam a este tipo de posts, pois isso apenas ajuda na divulgação das ofensas. A equipe jurídica da Federação Israelita já está tomando as devidas medidas para que os posts sejam apagados e os envolvidos punidos pela Justiça.”

Com a repercussão do comentário, Gentili apagou a mensagem e publicou um pedido de desculpas. “Minha intenção como comediante nunca foi trazer nenhum outro sentimento ao público q não fosse alegria” [sic]. “Peço perdão se falhei nesse meu objetivo com a piada q fiz essa tarde. Me coloco a disposição da comunidade Judaica para me redimir” [sic].

O Grupo Bandeirantes se manifestou sobre a polêmica em comunicado: “Apesar de a manifestação ter ocorrido no twitter, fora do programa da Band, a emissora repudia com veemência esse tipo de brincadeira de mau gosto, e se solidariza com os protestos e com a comunidade judaica.”
__________________________________________________________________________________

Após polêmica, Danilo Gentili visita Confederação Israelita em SP

*por Folha.com/Jornal Alef

Após provocar polêmica com um comentário sobre judeus no Twitter, o humorista Danilo Gentili, do programa “CQC” da TV Band, visitou na manhã deste sábado a Confederação Israelita do Brasil para se desculpar.

O presidente da confederação, Claudio Lottenberg, afirmou em nota que Gentili “expressou seu mais verdadeiro pedido de desculpas”. Ele destacou ainda que o humorista “mostrou-se triste com todo o episódio e nunca imaginou que pudesse ter causado esta situação”.

A polêmica começou quando Gentili comentou no microblog a desistência do governo de São Paulo de fazer uma estação de metrô na avenida Angélica, em Higienópolis, bairro nobre de São Paulo. Ele então fez piada com o fato da região concentrar grande número de judeus.

“Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que eles chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz”, escreveu Gentili na rede social. Imediatamente, a frase foi replicada por centenas de usuários e provocou críticas. Logo depois, ele retirou a frase e se desculpou.

“Minha intenção como comediante nunca foi trazer nenhum outro sentimento ao público q não fosse alegria” sic. “Peço perdão se falhei nesse meu objetivo com a piada q fiz essa tarde. Me coloco a disposição da comunidade Judaica para me redimir” sic, publicou o humorista no Twitter.

O presidente da CONIB reforçou a positividade do encontro: “Aprendi, na vida, que relações fortes e verdadeiras também nascem a partir de desencontros. E isto só acontece quando estamos abertos ao dialogo sem ressentimentos e com desejo real de alinhamento. Danilo demonstrou sinceridade em seu olhar e se desculpou. Trabalha com um querido amigo que é Johnny Saad, homem habituado a respeitar a diversidade humana, um conciliador. Tenho certeza de que ganhamos um amigo não só para a comunidade mas para uma sociedade que precisa pautar por se entender cada vez mais”.

A Federação Israelita do Estado de São Paulo também está agendando um encontro com o Humorista. A entidade não pensa em processar o comediante, pelo contrário, “Vamos tentar agendar um encontro com Gentili para mostrar o que o Holocausto significa para o povo judeu”. O humorista garantiu que conhece o Holocausto “dos livros de história”, e adiantou q ue aceita um encontro com a Federação Israelita. E declarou: “Se a comunidade judaica quiser, também faço um show para ela”.

Imediatamente, leitores do Jornal ALEF se pronunciaram sobre esta ideia. No Facebook, Fabio Ehrlich, postou: “Show pago onde o arrecadado pela bilheteria seria doado a projetos de desenvolvimento de estudos sobre Holocausto nas escolas”. Já Hedva Roizenblit, Betty Zylberstajn Cohen e Clara Noemi Treiger sugerem que o humorista acompanhe judeus e sobreviventes do Holocausto no projeto “Marcha da Vida”. Outros, como Sonia Bloomfield, consideram que a melhor alternativa seria uma visita ao Museu do Holocausto: “a melhor resposta à “piada” do Danilo Gentili seria convidá-lo a visitar Yad Vashem. Ele é muito popular, tenho certeza de que este tipo de resposta iria tomar a ele e seus admiradores de surpresa positiva e, ao retornar, ele poderia contribuir em muito para a divulgação do que foi a Shoah”.
________________________________________________________________________________________